Oito do Sete

Nada é por acaso na literatura que reaviva a aventura humana e, por isso, nos encanta. Oito do sete: eis, não por acaso, a data que marca o enredo desta bela estreia de Cristina Judar no romance. Não por acaso o dia é oito, número do infinito. Não por acaso o mês é julho, o sétimo do ano. Não por acaso vamos nos inteirando da trama pelos fragmentos narrados por quatro vozes distintas: duas amantes (Magda e Glória), um anjo (Serafim) e uma cidade (Roma). Não por acaso Magda e Glória se veem como cisternas e aos homens como torres. E, não por acaso, aqui os homens são embarcações; as mulheres, terra para que se afundem. Também não por acaso, neste livro, o sentimento é mar; a emoção é onda.

Uma obra estruturalmente engenhosa, de alta voltagem lírica e primoroso labor com a linguagem. Não por acaso estão ausentes de suas páginas as artimanhas e facilidades da literatura monocromática que se tornou hegemônica entre nós. Não por acaso esta escritora, que já havia nos dado o sensível volume de contos Roteiros para uma vida curta, revela igual domínio na arte da prosa longa.

Oito do sete, de Cristina Judar: não por acaso, é uma história que desafia você, leitor, a sair de seu raso e saltar para o abismo de uma escrita (felizmente) inquietante.
João Anzanello Carrascoza
 

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS
Oito do sete
Autora: Cristina Judar
Editora: Reformatório
ISBN: 978-85-66887-30-3
Idioma: Português
Altura: 21 cm
Largura: 14 cm
Edição: 1ª
Ano de Lançamento: 2017
Número de páginas: 152

Clique neste link para conhecer o prazo de entrega e outros detalhes da Banca Tatuí.

Oito do Sete
R$36,00
Quantidade
Oito do Sete R$36,00

Conheça nossas opções de frete

Nada é por acaso na literatura que reaviva a aventura humana e, por isso, nos encanta. Oito do sete: eis, não por acaso, a data que marca o enredo desta bela estreia de Cristina Judar no romance. Não por acaso o dia é oito, número do infinito. Não por acaso o mês é julho, o sétimo do ano. Não por acaso vamos nos inteirando da trama pelos fragmentos narrados por quatro vozes distintas: duas amantes (Magda e Glória), um anjo (Serafim) e uma cidade (Roma). Não por acaso Magda e Glória se veem como cisternas e aos homens como torres. E, não por acaso, aqui os homens são embarcações; as mulheres, terra para que se afundem. Também não por acaso, neste livro, o sentimento é mar; a emoção é onda.

Uma obra estruturalmente engenhosa, de alta voltagem lírica e primoroso labor com a linguagem. Não por acaso estão ausentes de suas páginas as artimanhas e facilidades da literatura monocromática que se tornou hegemônica entre nós. Não por acaso esta escritora, que já havia nos dado o sensível volume de contos Roteiros para uma vida curta, revela igual domínio na arte da prosa longa.

Oito do sete, de Cristina Judar: não por acaso, é uma história que desafia você, leitor, a sair de seu raso e saltar para o abismo de uma escrita (felizmente) inquietante.
João Anzanello Carrascoza
 

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS
Oito do sete
Autora: Cristina Judar
Editora: Reformatório
ISBN: 978-85-66887-30-3
Idioma: Português
Altura: 21 cm
Largura: 14 cm
Edição: 1ª
Ano de Lançamento: 2017
Número de páginas: 152

Clique neste link para conhecer o prazo de entrega e outros detalhes da Banca Tatuí.