Primeiro livro do cineasta e poeta carioca Frederico Klumb, Máquinas Mancas da Manhã é um livro composto por dois. No objeto maior, os poemas são intercalados de páginas pretas, que simulam as cartelas (telas pretas) do cinema. Já o objeto menor é composto por frames de filmes: as cenas e os planos, originalmente vistos em movimento, são dissecados em imagens estáticas, que investigam sua narratividade enquanto deixam ver aspectos da montagem e do enquadramento característicos do cinema.

Os dois livros se relacionam a partir de símbolos gráficos presentes nos poemas do objeto maior e nos filmes do objeto menor. Formato pela PUC em cinema e selecionado com o curta Agharta para o Festival de Hamburgo de 2017, Frederico investiga possibilidades de diálogo entre a imagem poética legível do texto e a poeticidade da imagem visível do filme.

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS
Máquinas Mancas da Manhã
Autor: Frederico Klumb
Editora: Garupa
ISBN: 978-85-5986-008-5
Idioma: Português
Edição: 1ª
Altura: 23 cm
Largura: 15 cm
Ano de lançamento: 2018
Número de páginas: 188

Clique neste link para conhecer o prazo de entrega e outros detalhes da Banca Tatuí.

Máquinas Mancas da Manhã

R$50,00
Máquinas Mancas da Manhã R$50,00
Entregas para o CEP:

Meios de envio

  • Sala Tatuí Por causa da pandemia do coronavírus, a Banca Tatuí está fechada. De toda forma, pedidos podem ser retirados na Sala Tatuí, que fica em frente à Banca Tatuí, na Santa Cecília. O horário para retirada será combinado por telefone. A equipe Tatuí entrará em contato!

    Grátis

Primeiro livro do cineasta e poeta carioca Frederico Klumb, Máquinas Mancas da Manhã é um livro composto por dois. No objeto maior, os poemas são intercalados de páginas pretas, que simulam as cartelas (telas pretas) do cinema. Já o objeto menor é composto por frames de filmes: as cenas e os planos, originalmente vistos em movimento, são dissecados em imagens estáticas, que investigam sua narratividade enquanto deixam ver aspectos da montagem e do enquadramento característicos do cinema.

Os dois livros se relacionam a partir de símbolos gráficos presentes nos poemas do objeto maior e nos filmes do objeto menor. Formato pela PUC em cinema e selecionado com o curta Agharta para o Festival de Hamburgo de 2017, Frederico investiga possibilidades de diálogo entre a imagem poética legível do texto e a poeticidade da imagem visível do filme.

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS
Máquinas Mancas da Manhã
Autor: Frederico Klumb
Editora: Garupa
ISBN: 978-85-5986-008-5
Idioma: Português
Edição: 1ª
Altura: 23 cm
Largura: 15 cm
Ano de lançamento: 2018
Número de páginas: 188

Clique neste link para conhecer o prazo de entrega e outros detalhes da Banca Tatuí.