Editado pela Codecri em 1981, Porta de tinturaria reúne crônicas do Pasquim. Para este volume, mais seis textos publicados originalmente no jornal foram incluídos. Reproduzimos também a orelha escrita pelo compositor Paulo Emílio da Costa Leite para a primeira edição.

As crônicas aqui reunidas trazem personagens já conhecidos dos leitores de Aldir: Ceceu Rico, Esmeraldo “Simpatia-é-quase-amor”, Walcyrzinho, Vó Noêmia e Vô Aguiar, Lindauro e Isolda (Deysinha para os íntimos), WaldyrIapetec, Cicinha, Ambrósio e outros tantos que passaram pela Vila Isabel de Aldir Blanc. Publicado há 36 anos, Porta de tinturariamostra como a prosa de Aldir continua atual. Um retrato do Rio de Janeiro, das amizades, das brigas, das reconciliações, das festas improvisadas (“onde já seu viu explicar festa em Vila Isabel?”), das abrideiras e saideiras nos bares da cidade.

Esta reedição do livro integra a coleção Aldir 70 — composta também por Rua dos Artistas e arredores, uma edição ampliada de Vila Isabel, inventário da infância, O gabinete do doutor Blanc: sobre jazz, literatura e outros improvisos e Direto do balcão.

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS
Porta de tinturaria
Autor: Aldir Blanc
Editora: Mórula Editorial
ISBN: 978-85-65679-58-9
Idioma: Português
Altura: 21 cm 
Largura: 14,8 cm 
Edição: 1ª
Ano de Lançamento: 2017
Número de páginas: 236

Clique neste link para conhecer o prazo de entrega e outros detalhes da Banca Tatuí.

Porta de Tinturaria

R$38,00
Porta de Tinturaria R$38,00
Entregas para o CEP:

Meios de envio

  • Sala Tatuí Por causa da pandemia do coronavírus, a Banca Tatuí está fechada. De toda forma, pedidos podem ser retirados na Sala Tatuí, que fica em frente à Banca Tatuí, na Santa Cecília. O horário para retirada será combinado por telefone. A equipe Tatuí entrará em contato!

    Grátis

Editado pela Codecri em 1981, Porta de tinturaria reúne crônicas do Pasquim. Para este volume, mais seis textos publicados originalmente no jornal foram incluídos. Reproduzimos também a orelha escrita pelo compositor Paulo Emílio da Costa Leite para a primeira edição.

As crônicas aqui reunidas trazem personagens já conhecidos dos leitores de Aldir: Ceceu Rico, Esmeraldo “Simpatia-é-quase-amor”, Walcyrzinho, Vó Noêmia e Vô Aguiar, Lindauro e Isolda (Deysinha para os íntimos), WaldyrIapetec, Cicinha, Ambrósio e outros tantos que passaram pela Vila Isabel de Aldir Blanc. Publicado há 36 anos, Porta de tinturariamostra como a prosa de Aldir continua atual. Um retrato do Rio de Janeiro, das amizades, das brigas, das reconciliações, das festas improvisadas (“onde já seu viu explicar festa em Vila Isabel?”), das abrideiras e saideiras nos bares da cidade.

Esta reedição do livro integra a coleção Aldir 70 — composta também por Rua dos Artistas e arredores, uma edição ampliada de Vila Isabel, inventário da infância, O gabinete do doutor Blanc: sobre jazz, literatura e outros improvisos e Direto do balcão.

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS
Porta de tinturaria
Autor: Aldir Blanc
Editora: Mórula Editorial
ISBN: 978-85-65679-58-9
Idioma: Português
Altura: 21 cm 
Largura: 14,8 cm 
Edição: 1ª
Ano de Lançamento: 2017
Número de páginas: 236

Clique neste link para conhecer o prazo de entrega e outros detalhes da Banca Tatuí.