Escrita em 2015, "Os que ficam" é um diálogo teatral com Augusto Boal. Inspirada em fragmentos da peça Revolução na América do Sul, de 1960, e em escritos pessoais como a autobiografia Hamlet e o filho do padeiro, esta dramaturgia da Companhia do Latão apresenta um grupo de artistas de teatro que ensaia a peça de Boal na década de 1970, momento em que a repressão estava cada vez mais sufocante.

A partir desse núcleo temático, o texto discute a censura, a violência da ditadura, a necessidade de sobrevivência econômica, o apelo ao trabalho na televisão, o exílio de autores e, mais profundamente, a resistência da cultura contra os interesses do capital.

"Os que ficam" traz ao leitor a oportunidade de conhecer não só parte do histórico de luta de Boal e de sua geração, mas de resgatar os aprendizados do passado para construir o presente. A peça produz, assim, uma reflexão sobre as dificuldades da arte política na atualidade.

A publicação, ilustrada por fotografias da montagem, reúne, na seção Anexos, a Ficha técnica da estreia, as Partituras das canções compostas pela companhia para a peça e Sugestões de estudos para o leitor interessado em dar continuidade a pesquisas relacionadas.

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS
Os que ficam
Autor: Sérgio de Carvalho
Textos de: Iná Camargo Costa e Julián Boal
Editora: Temporal
ISBN: 978-85-53092-04-8
Idioma: Português
Altura: 19 cm
Largura: 14 cm
Edição: 1ª
Ano de lançamento: 2019
Número de páginas: 176

Clique neste link para conhecer o prazo de entrega e outros detalhes da Banca Tatuí.

Os que ficam

R$52,00
Os que ficam R$52,00
Entregas para o CEP:

Meios de envio

  • Sala Tatuí Por causa da pandemia do coronavírus, a Banca Tatuí está fechada. De toda forma, pedidos podem ser retirados na Sala Tatuí, que fica em frente à Banca Tatuí, na Santa Cecília, de segunda a sexta-feira. Após a confirmação do pagamento, aguarde nosso contato.

    Grátis

Escrita em 2015, "Os que ficam" é um diálogo teatral com Augusto Boal. Inspirada em fragmentos da peça Revolução na América do Sul, de 1960, e em escritos pessoais como a autobiografia Hamlet e o filho do padeiro, esta dramaturgia da Companhia do Latão apresenta um grupo de artistas de teatro que ensaia a peça de Boal na década de 1970, momento em que a repressão estava cada vez mais sufocante.

A partir desse núcleo temático, o texto discute a censura, a violência da ditadura, a necessidade de sobrevivência econômica, o apelo ao trabalho na televisão, o exílio de autores e, mais profundamente, a resistência da cultura contra os interesses do capital.

"Os que ficam" traz ao leitor a oportunidade de conhecer não só parte do histórico de luta de Boal e de sua geração, mas de resgatar os aprendizados do passado para construir o presente. A peça produz, assim, uma reflexão sobre as dificuldades da arte política na atualidade.

A publicação, ilustrada por fotografias da montagem, reúne, na seção Anexos, a Ficha técnica da estreia, as Partituras das canções compostas pela companhia para a peça e Sugestões de estudos para o leitor interessado em dar continuidade a pesquisas relacionadas.

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS
Os que ficam
Autor: Sérgio de Carvalho
Textos de: Iná Camargo Costa e Julián Boal
Editora: Temporal
ISBN: 978-85-53092-04-8
Idioma: Português
Altura: 19 cm
Largura: 14 cm
Edição: 1ª
Ano de lançamento: 2019
Número de páginas: 176

Clique neste link para conhecer o prazo de entrega e outros detalhes da Banca Tatuí.